sexta-feira, 25 de maio de 2012

Diário da Cat - 3º mês

Resolvi colocar pelo menos uma foto de cada mês da Catarina. Então se voltar lá nos posts antigos poderá acompanhar o crescimento da Cat mês a mês!!!

Acho que posso considera-la um dos bebês, na verdade e sem modéstia, A (maiusculo) bebê mais conhecida do condomínio...kkk. E a mocinha faz jus a sua popularidade. Sai distribuindo sorrisos por onde passa. Acho isso bacana, de sair cumprimentando todo mundo sem qualquer distinção. Isso a torna querida e de certa forma protegida com tantos olheiros por aí...kkk. É gente que eu nem conheço perguntando dela, definitivamente minha filha é pop e tem a quem puxar...kkk. A vovó Fátima é a amigona das velhinhas do condominio, já foi representante do bloco em que moramos e o pai...desse então nem se fala...tem que passar com a mão engessada pra cima pra cumprimentar todo mundo que conhece, praticamente um político...kkk. Realmente tem a quem puxar...sobre mim abafa, porque tenho a fama de antipática...que bobogem...que me conhece que me compre!!!kkkk

Agora com uma dorminhoca dentro de casa...mamãe aproveita e dorme junto também. Antes na fase chorona ia para a sogra logo de madrugada...kkk...lá pelas 08 da manhã, agora na fase dorminhoca, o ritmo virou outro...dormir, mamar, dormir, mamar, ir pra cama da mamãe, assistir desenho, mamar e aí sim, descer para a casa da vovó na hora do almoço. Ahhh....quando o sono deixava era fácil nos encontrar em manhãs ensolaradas para dar um volta no condomínio, comprar pão, esse tipo de coisa.
Calor é sempre bom!!! Que delicia ir passear e deixá-la de pernocas de fora, ainda mais com essas pernas gordas gostosas.

É impressionante porque a cada dia que passa, um gesto, uma fala, algo acontece. Nesse mês o marco do desenvolvimento foi começar a sustentar a cabecinha sozinha. É claro que as mães pira!!!kkk

Também foi a partir desse mês que começei a sair mais com ela, tipo passeadinhas em shopping. A primeira e inesquecível foi no dia 26/12. Saímos eu, a madrinha recém operada do joelho (recém mesmo, tipo com 2 dias de operada...pasmem!!!), e a Cat. Fomos lá para o Shopping Morumbi. Nesse dia confirmei o que já sabia...minha filha é uma santa!!! Não deu o menor trabalho...dormia, acordava, resmungava, andava com ela no colo, voltava pro carrinho...etc.  Ficamos mais de 4h...sem noção...troquei a fralda lá, arranquei as tetas pra fora sem o menos pudor no meio da grafinagem...kkk...eita que mãe louca!!!

E assim, o tempo passa, o tempo voa.....

Catarina - 3 meses

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Petit Suisse

Ebaaaa....esta é a primeira receitinha do blog, e claro que tinha que ser algo destinado aos pequeninos!!!

Conversando com minha amiga vizinha Mari, ela disse que o Davizinho adora Danoninho, mas como ele tem pouco mais de 1 aninho, ela não gostar de dar muito esses produtos industrializados. Coincidentemente eu vi no mesmo dia a receita caseira da Tati, dona do blog Panelaterapia.

Dizem que fica realmente IGUALZINHO ao original e ainda numa versão light, oba!!! Eu não testei, vou esperar um pouquinho, mas sugiro quem testar escrever aqui um comentário sobre o que acharam.

É muito simples de fazer: bata no liquidificador ou no mixer 1 ricota pequena (300g), 1 copo (200ml) de leite desnatado, 1 colher de sopa de óleo de canola ou qualquer óleo sem gosto e cheiro e 1/2 pacotinho de suco em pó sabor morango (sugestão: usar o Clight que não tem açúcar). 

Versão genérica do "Danoninho"
Credito: Panelaterapia

Para quem tem criança, ou para quem é a criança...kkk...é uma maravilha. Dá para fazer um montão e o custo é mais ou menos metade do original.

HUMMM...NHAME NHAME!!! :)

terça-feira, 15 de maio de 2012

Diário da Cat - 2º mês

Passado o primeiro mês, parece que as coisas começaram a se ajeitar. Acho que tudo é realmente uma questão de prática e tranquilidade. É certo de que com o tempo o conhecimento mútuo é crescente. A gente custa a acreditar que um dia vai conseguir identificar cada tipo de choro, mas consegue e depois os choros ficam cada vez menos frequentes...então é só uma fase, não precisa se desesperar!!!kkk

Geralmente com um pouco mais de um mês é que costumam aparecer as famosas crises de cólicas. A Catarina chorava algumas noites "sem motivo" aparente,  tentávamos de tudo, trocava a fralda, agasalhava, e usava até bolsa de água quente na barriguinha, mas ela não parava. Meu palpite hoje, era que ela gostava, ou melhor, ainda gosta de brigar com o sono e se manter acordada. Mas aprendi para esses momentos de choros insanos a técnica desenvolvida pelo pediatra Harvey Karp que a princípio pode parecer estranha, mas funciona, eu testei e aprovei!!!! Dá uma olhadinha....



Também tinha medo do famoso "se acostumar com o colo", é muito comum bebês muito pequeninos ficarem no colo por muito tempo. Eu nunca fui de pegar crianças no colo, aliás dificilmente me habilito para tal, mas tem gente que adora, então pensando nisso decidi esquecer esse negócio, o importante é confortá-la para se sentir segura e aproveitar enquanto querem colo e a gente aguenta carregar, porque haja braço ficar segurando um saco de arroz de 5 kg pra lá e pra cá...kkk.

Tudo foi caminhando bem, no ritmo dela, até que um dia...que baita susto!!! A Catarina sempre dormiu bem, no seu berço, no seu quarto, desde sua vinda da maternidade. Certo dia, ela com uns 45 dias, me pregou uma peça (para meu bem!!!).

*** Um adendo importantíssimo: CRIAR UMA ROTINA DESDE CEDO, é super benéfico para o desenvolvimento dos bebês. Ter horário certinho, para comer, brincar, banho e dormir é a teoria da encantadora de bebês Tracy Hogg, que propôs o sistema EASY que significa fazer as coisas em uma determinada sequência: E (eat = comer, mamar), A (activity = atividade, trocar fralda, brincar com os pais, observar a janela, o móbile, passear), S (sleep = dormir) e Y (you = você, a hora que você dorme, descansa ou cuida da casa).  Recomendo a leitura dos seus 2 livros pode ajudar!!! Mas tendo uma visão crítica, acho que tem coisas um pouco impraticáveis...o melhor exemplo, ela é contra deixar a adormecer no peito, mas que mãe não quer isso...do peito, arrotinho e direto pra cama...capaz que eu iria acordar a Catarina numa situação dessas...kkk. Faz sentido a explicação de que o bebê que adormece num lugar e acorda em outro fica confuso e tem dificuldades com o sono. Mas, nem tudo o que está escrito é verdade absoluta, absorva o que lhe agrada...

Acho que vou escrever um post sobre os itens mais importantes desse Método EASY, útil???

De volta ao "causo". Fiz todo o ritual de costume: como sempre depois do banho da noite, dei de mama para a Cat, isso por volta 22h, aprontei para dormir e em seguida fomos, papai e mamãe, dormir também. Estava dormindo um sono gostoso, quando de repende arcodei...eram 6h da manhã. Fiquei sentada na cama pensando...será que eu estava sonhando, será que tinha ido dar de mama na madrugada e não lembrava, será??? Fiquei tão preocupada que acordei o marido pra perguntar se eu tinha levantado...ele disse que não. Então disse que a Catarina não havia mamado de madrugada, e agora??? O que faríamos...acordava ou não ela para dar de mama??? Pelo sim ou pelo não, resolvemos acordar-lá, era muito nova para ficar sem mama tanto tempo (esse foi o primeiro pensamento), depois tinha lido casos de hiploglicemia em recem nascido e aí por fim acabei acordando-a. Comentei com a pediatra sobre o caso, e o comentário dela foi: -"Michelle, se ela estivesse com fome ela choraria!!! Você não precisava tê-la acordado". Mas é claro!!!! Errrrrrrrr...

A notícia ma-ra-vi-lho-sa foi que a partir desse dia a Catarina começou a dormir a noite inteira sem mamar durante a madrugada (o que é muito incomum para bebês de 2 meses), a mamãe agradece as horas de sono initerruptas, quanta diferença!!!

Catarina - 2 mês


segunda-feira, 7 de maio de 2012

Amamentação

Não preciso nem dizer da importância do aleitamento materno, mas só para intensificar vou recomendar um site http://www.aleitamento.com/amamentacao/ que além dos principais motivos para fazê-lo, traz dicas valiosas e interessantes sobre o tema, vale a visita!!!

Amamentar é tudo de bom!!!

Tem coisas que a gente só aprende na prática, e amamentar é uma delas!!! Pra mim, a premissa que toda mãe deve saber é que AMAMENTAR NÃO DÓI, e se está doendo alguma coisa está errada.

Muita gente aprende na teoria como se deve fazer para amamentar, com certeza esse deve ser um dos tópicos nos cursos de pais. Eu não fiz o curso, não senti falta, mas acho que quem fez também não deve se arrepender, então fica a critério...

Na maternidade é quando surgem as primeiras dúvidas!!! Eu demorei a me acertar com a Catarina. No primeiro mês só dava de mamá na posição invertida, achava mais fácil...depois com o tempo mudamos para a posição deitada.

Passei por tudo na amamentação. Nos primeiros dias desceu o leite, ainda tinha um pouco de dificuldade para acertar a pega, mas estava tudo indo bem...Tinha muuuuito leite e nesse caso é importante ordenhar para não causar problemas como a mastite. Então resolvi ligar para Banco de Leite e fazer minha boa ação. Eu não sei se isso é pouco difundido, ou qual é o motivo para que tão poucas mães contribuam com essa causa, que por sinal é tão importante quanto a doação de sangue. Não dá trabalho algum, eles vão em casa orientar, fazer exames de sangue periódicos e entregar os kits para coleta do leite. Depois de colhido, basta esperar encher os potinhos, ligar para retirar e pronto. Doei por 3 meses e fiquei com o coração partido quando parei, era preciso estocar leite para a Catarina quando voltasse a trabalhar. Nesse dia liguei lá para dizer que deixaria de doar e que estava triste por isso, mas a atendente me consolou dizendo que os meses de doação ajudaram a salvar dois bebês prematuros de 700 g cada, e que eu tinha que pensar que o primordial era a saúde da minha filha!!! Ela estava certa...

Tudo indo bem até que as famosas fissuras apareceram. Tudo porque havia relaxado em prestar atenção na pega. Chega um momento que você entra no automático, tanto pelo cansaço como por achar que já sabe como fazer, e se esqueçe de observar o jeito de como o bebê abocanha o mamilo, já que está saindo leite e no momento não está doendo, você acaba relaxando...o resultado foram 2 semanas de muita dor!!! Eu nem achava que o problema era a pega, achava que como a Catarina neste período estava com sapinho (infecção por fungo), eu poderia ter contraído a infecção no bico do seio. Que nada..era a pega mesmo!!! Fiquei com um seio bem machucado, mas continuei o quanto pude com a amamentação no outro seio. Nesse meio tempo ia tirando leite do outro seio e alternando as mamadas de peito e mamadeira (com leite ordenhado) para dar um descanso para o seio sadio. Aparentemente não estava melhorando, pior, o outro seio estava ficando machucado. Então, por uma semana a Catarina bebeu leite materno na mamadeira . Por orientação do meu GO, usei compressa de chá de camomila, pomada de lanolina e um protetor chamado Mamare (caro e que não ajudou muito). Nesse meio tempo, levei a Catarina a pediatra, que me mostrou que mesmo com os seios machucados (ainda que melhores) se a pega está correta eu não sentiria dor, e essa foi a prova!!! A partir desse dia, nunca mais tive problemas na amamentação. Lembre-se de que o bebê deve sempre abocanhar a maior parte da aréola, para isso, encosta-se o mamilo no lábio inferior para que o bebê abra bem a boca e coloque quase toda aréola para dentro, e boca de peixinho sempre!!!

Ahhh...outro indicativo de pega errada é na mamada o bebê fazer barulho!!! Fiquem atentas...

Passado o tempo de dor nos bicos dos seios, veio uma dor absurda no seio propriamente dito. Era uma dor cortante, parecia que rasgava a pele, e era localizada bem na lateral. Me perguntaram se não era dor de descida do leite, de peito cheio e não, não era. Você realmente sente quando o leite desce, quando o peito está duro de tanto leite mas não era isso. Na maioria das vezes era insurportável e principalmente aparecia a noite, fiquei uns 2 meses com essa dor, e a base de analgésicos, dipirona que nada tomava Voltaren mesmo. Depois passou, tão rependinamente como veio. Hoje eu acho que era meu seio expandindo porque meu sutiã aumentou de 44 para 48, só pode, não vejo outra explicação...kkk.

É comum as mamães "frescas", terem dúvidas na amamentação, então para esclarecer, o que você deve saber...

1. repetindo a frase do começo do post AMAMENTAR NÃO DÓI!!! Então não desista de amamentar...porque é só pegar o jeitinho :)

2. quando devo mudar de seio??? O que as mamães devem saber é que há dois tipos de leite. O chamado anterior é aquele quando a mamada começa, rico em proteína, lactose, vitamina, minerais, água e muitos fatores de proteção, e no final da mamada o leite posterior que contém mais gordura e por isso fornece mais energia e permite que o bebê fique satisfeito. Então, não fique marcando o tempo no reloginho de quanto tempo seu bebê mama, porque 10, 20 minutos pode não ser tempo suficiente para o bebê mamar o leite posterior. O ideal é que o bebê ESVAZIE UMA MAMA PARA DEPOIS TROCAR PELA OUTRA. Na próxima mamada, caso ele não tenha esvaziado o seio todo começe pelo mesmo.

3. Pelo amor de Deus, não me venha com essa de que não amamenta porque não tem leite!!! TER LEITE É UMA QUESTÃO DE ESTÍMULO...quando o bebê mama, as terminações nervosas presentes no mamilo geram impulsos que são levados até a hipófise, glândula situada no cérebro, que em sua região anterior irá produzir a prolactina, sendo liberada na corrente sanguínea seguirá aos alvéolos ativando suas células secretoras de leite.  No mesmo momento em que a hipófise recebe esses impulsos, ela também produz um outro hormônio, porém na sua região posterior, é a ocitocina, que através da corrente sanguínea chegará às células mioepiteliais que envolvem os alvéolos, provocando sua contração e a descida do leite (apojadura) pelos ductos até as ampolas lactíferas sob a aréola. Esses dois processos ocorrem por estímulos neuro-hormonais, ou seja, QUANTO MAIS O BEBÊ MAMA, MAIS LEITE É PRODUZIDO!!!

4.  Outro mito do tempo da vovó...LEITE FRACO NÃO EXISTE. Existe leite materno essencial para o bebê. Algumas mães ficam com dúvidas e acabam achando que o seu leite é fraco, comparado com o leite de vaca que tem uma aparência mais consistente do que o leite materno. Quando os bebês tomam uma mamadeira desse leite levam mais tempo para sentirem fome. Isso acontece com o leite de vaca porque as moléculas são maiores, e por isso torna a digestão mais lenta, sobrecarregando os rins. É pelo bebê levar mais tempo para sentir fome que as a mãe acham que o seu leite é fraco.

5. Aliás, outra coisa que se fazia antigamente supostamente "ótimo para cólica" o famoso CHAZINHO de camomila NÃO SERVE PARA NADA!!! Dar chá (seja qual for) é água adocicada, com sabor, com quase zero calorias, sem proteínas, sem lipídeos, sem anticorpos, e que ocupam espaço no estômago do nenê, que mamará menos por isso!!! Dessa maneira não se deve dar chás para os bebês que estão em aleitamento materno, nem para os que estão com outros leites. Além disso, não é verdade que passam as cólicas !!! Podem é causar mais, uma vez que o organismo do bebê não está preparado para receber esta água com acúcar e erva.

6. Verifique a quantidade de xixi que seu bebê faz. Se fizer sempre e em boa quantidade quer dizer que o pequeno está mamando bem. Preocupe-se se faz pouco ou não faz xixi.

7. O bebê deve ganhar em média 30 gramas por dia, por isso a ida mensal ao pediatra é tão importante.

Não se esqueça que além de todos os benefícios da amamentação, esse é o único momento exclusivo seu com seu bebê...não fique com vergonha, não tenha medo...simplesmente aproveite!!!

Mãenifesto Manifestamos pelo direito de amamentar a cria, sem ser pressionada por profissionais da saúde mal formados ou parentes bem intencionados, a substituir por mamadeira, o alimento que só o seu peito pode dar. Assine!!! http://www.grupocria.com.br/

domingo, 6 de maio de 2012

12ª Corrida e Caminhada GRAACC

No dia 06 de maio foi realizada a 12ª edição da Corrida e Caminhada GRAACC – Combatendo e Vencendo o Câncer Infantil. Toda a arrecadação do evento será revertida para o GRAACC - Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer , uma organização não governamental que garante a crianças e adolescentes com câncer o direito de alcançar todas as chances de cura, com qualidade de vida.
O objetivo desse evento é mobilizar e conscientizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce da doença e dar um grande passo nas obras de expansão do Instituto de Oncologia Pediátrica, hospital administrado pelo GRAACC em parceria técnica-científica com a Unifesp - Universidade Federal de São Paulo.

Caso você queira conhecer de perto o abrangente trabalho realizado pelo GRAACC agende uma visita monitorada através do telefone 5908-9100, ou mais informações www.graacc.org.br

12ª Corrida e Caminhada GRAACC

E é claro que seguindo a tradição, não poderia deixar de participar esse ano também!!! Dessa vez, não dentro mas fora da barriga a Catarina foi também...muuuuito bacana!!! Se você não foi dessa vez, não se preocupe...porque você pode ajudar as crianças com câncer sendo sócio mantenedor do GRAACC ou aproveitar a festa ano que vem...o que vale é participar, não importa como...

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Mesversários

A partir do nascimento todo mês a gente tem que comemorar...É tão bom acompanhar o crescimento dos pimpolhos!!!

Trago duas boas idéias para garantir boas fotos para a retrospectiva do 1º aniversário...kkk.

Pra quem tem a sorte de ter uma sogra boleira como a minha, basta usufruir de seus dotes e fazer a cada mês um bolinho de mesversário, pode inclusive escolher a cada mês um tema diferente, olha só como fica bonitinho....

Mesversários da Cat: 1º mes com papai e mamãe | 2º mês com os vovôs


Agora pra quem não tem uma sogrona assim, achei outra opção bem bacana (que poderia ter feito junto, mas só lembrei depois...kkk). Então mamães, fiquem alertas e preparem os bodies para colarem os adesivinhos :)

Adesivos de mês para body


Há vários temas e modelos, ainda não procurei isso em sites brasileiros, mas deve ter em algum lugar, e também acho que não deve ser difícil de mandar fazer. A foto dos modelos do post foram retirados do site Etsy, este site é parecido com o nosso Elo7, cheio de coisas artesanais legais, vale a pena conferir os dois...