terça-feira, 29 de outubro de 2013

Testado e Aprovado - Termômetro No Touch Vera Temp

Mamães, depois de três tentativas, acertei!!! Este é um produto que tem facilitado muito minha vida....

Até pouco tempo atrás a Catarina não era uma criança fácil de se medicar e pior ainda era ter que tirar sua temperatura com aqueles termômetros digitais. Esperar alguns minutos é praticamente uma eternidade!!!kkk

Eu tinha comprado nos EUA um termômetro de têmpora de 10 doletas, o ponto positivo é a rapidez já que dá a temperatura em 6 s, medidas em F e º C, e tem memória das ultimas medições, mas a acurácia deixava a desejar, pra mim variar entre 0,5 e 1 °C era demais!!! Mas antes ele do que nada...

Termômetro de Tempora

Foi então que descobri esse modelo da VeraTemp. Como a tecnologia é maravilhosa...kkk, e por isso pagamos o preço de U$45. O sistema é sem toque, você simplesmente mira na cabeça da criança com uma distância de uns 5 centímetros, coloca na unidade de leitura que preferir e pronto. Mole, mole, fácil, fácil!!! Outra coisa bem bacana é que quando utiliza para medição da temperatura corporal ele mostra a temperatura em certas luzes: vermelho para febre, amarelo para estado febril e verde para temperatura normal, bem intuitivo.

Termômetro No Touch - VeraTemp

Além disso ele tem outros 2 modos de leitura fora o "body". Dá para ver a temperatura ambiente e temperatura de superficies, por exemplo nesse modo nem precisa daqueles patinhos para conferir a temperatura da água.

Taí, quando precisar de um termômetro, esta é a indicação do Coisinhas da Cat!!!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Laringite, traqueobronquite e monília

Fazia tempo que eu não preenchia o "grande livro do dodói"...kkk (quem assiste o desenho da Dra. Brinquedo da Disney conhece!!!)

Logo depois de voltar do dia das crianças beneficente, eu comecei a apresentar, ou melhor deixar de apresentar a voz. Fiquei afônica por uns 3 dias, sem dor, sem febre mas com tosse. Diagnóstico sugestivo, laringite.

Com os vírus rolando por aí, certamente a Catarina também começou a apresentar os primeiros sintomas logo depois. Como já tinha cuidado disso antes, mediquei-a com Predsim e Dipirona para controlar a febre de 38º C, mas três dias se passaram, a tosse não melhorava, a febre ia e voltava e sua respiração começou a ficar ofegante demais.

Mãe calejada já sabe, foi então que entrei com Aerolin na nebulização a noite e liguei para a PED. A recomendação foi ir ao pronto socorro porque febre de 4 dias já não estava mais dentro do esperado uma vez que já estava sendo medicada, e teria que investigar a origem que supostamente poderia ser ouvido ou pulmão.

E lá fomos nós, a noite esperar o transito passar e ir ao hospital. Uma hora de espera, exame clinico e raio X de tórax para constatar que a laringite havia evoluído para uma traqueobronquite.

Olha aí mais uma descrição de doença, fique alerta!!!

Traqueobronquite aguda 

A traqueobronquite aguda é a inflamação dos canais que levam o ar para dentro e para fora dos pulmões, os brônquios. Nessa doença, há um acúmulo de secreção nos brônquios, estreitando-os, em geral causado pelo excesso de produção de muco e pela diminuição na ação dos minúsculos cílios locais, os quais não eliminam adequadamente esse muco.

Em geral, o quadro inflamatório surge como uma evolução de gripes e resfriados, tendo uma duração relativamente curta, de uma a duas semanas. Contudo, algumas vezes essa doença pode causar uma hiper-reação de defesa transitória do aparelho respiratório, semelhante à que ocorre na asma, com conseqüente dificuldade de respirar, o que implica cuidados médicos e terapêuticos mais prolongados.

A traqueobronquite aguda é uma situação clínica muito comum em qualquer população. Só nos Estados Unidos, responde por 10 milhões de consultas médicas por ano, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia.

Causas e sintomas

A tosse persistente é o principal sintoma da traqueobronquite aguda, podendo se mostrar seca ou produtiva, com expectoração de secreção, e ser eventualmente acompanhada de febre baixa e dor no peito. Falta de ar e chiado no peito também estão presentes nos casos de reação de defesa exagerada do aparelho respiratório.

A doença decorre da ação de agentes infecciosos, especialmente de vírus que provocam gripes e resfriados, a exemplo do próprio influenza, do parainfluenza e do vírus respiratório sincicial. Esses microrganismos são transmitidos de uma pessoa para outra pelas vias respiratórias, mais precisamente pela inalação de gotículas da saliva ou da tosse de indivíduos contaminados.

Em menos de 10% dos casos, a tranqueobronquite pode ser provocada por alguns tipos bactérias, que, no entanto, só se multiplicam diante de condições apropriadas para tanto, como a queda na imunidade e a presença de outras moléstias.

Exames e diagnósticos

O diagnóstico deve combinar uma boa avaliação clínica com exames complementares. A ausculta do pulmão e a radiografia costumam ser suficientes para a investigação e, sobretudo, para afastar a hipótese de pneumonia.

De qualquer modo, a identificação do agente infeccioso envolvido com a inflamação pode demandar alguns testes laboratoriais, como a análise da secreção pulmonar ou mesmo exames de sangue para pesquisar a existência de algum vírus.

Tratamento e prevenções

Quando causada por vírus, a traqueobronquite aguda se resolve naturalmente e, assim, requer apenas providências para o alívio da tosse, o que é feito, em geral, com medicamentos para facilitar a eliminação da secreção. Em caso de bactéria, contudo, não dá para dispensar o uso de antibióticos. Já na vigência de manifestações semelhantes às da asma, utilizam-se broncodilatadores para relaxar a musculatura local e abrir os brônquios.

Prevenir viroses constitui um verdadeiro desafio, uma vez que os agentes implicados com essas doenças são transmitidos de uma pessoa para outra com muita facilidade. De qualquer modo, é importante observar bem as medidas de higiene, procurar não permanecer muito tempo em ambientes fechados, com aglomeração de pessoas, e, em alguns casos, imunizar-se anualmente contra o vírus influenza para reduzir a chance de ter complicações respiratórias decorrentes da gripe.

Sim, a Catarina tinha tudo isso...dificuldade de respirar, secreção, chiado e tosse muita tosse!!!

Aí minha casa virou praticamente uma farmacinha era Predisim, Aerolin, Flixotide, Dipirona e Amoxilina!!!

Dias depois estava bem, sem tosse, respirando sem dificuldade e chiado, ainda tomando amoxilina, eis que surge assaduras por conta das diarreias. Ok, como eu mesma recomendei no post da Mustela, começei a passar o Stelactiv proprio para pele já degradada, mas mesmo com essa pomada ótima o bumbum da bichinha ainda estava vermelhinho.

Dois dias depois apareceram brotoejas, como as de calor, com aspecto grosseiro e vermelhas. Isso já não era só assadura....

E liga de novo pra PED, resultado...em função do calor de 32º C dos últimos dias e o uso do antibiótico, que além das bactérias ruins matam também as bactérias "boas" que normalmente controlam a proliferação dos fungos, a Catarina agora tem que tratar de micose causada pela cândida (mesmo fungo do sapinho), a monília. Conclusão, voltar na farmácia para comprar mais um remedinho.... =(

domingo, 20 de outubro de 2013

Dia das Crianças Beneficente - Centro CBC

Eu e o Caxa (o maridão), neste ano com ajuda de muitos anjos espalhados neste mundo pudemos fazer algo bem bacana no dia das crianças...

Alguns dias atrás conheci esta instituição de apoio as crianças com câncer, o Centro Candida Bermejo Camargo que fica no Campo Limpo e ampara o doente e um acompanhante. Toda a casa é mantida por meio de doações, tem em media 80 pessoas (de todos os lugares do Brasil) morando lá, inclusive a D. Antonia, responsável por todo mundo. Tudo o que não serve para uso interno, eles vendem num bazar permanente a fim de angariar fundos, sendo assim toda doação é bem-vinda!!!

Eles têm muita necessidade de alguns produtos, então se um dia quiser ajudar e não sabe o que levar segue uma listinha (no site você encontra inclusive as quantidades)...

Há necessidade de material de limpeza (água sanitária, detergente, amaciante, sabão em pó, desinfetante), produtos não perecíveis (itens de cesta básica, manteiga, leite em pó, composto lácteo - Mucilon, Nestogeno, etc, Maizena), produtos perecíveis como carnes, verduras e frutas, e principalmente fraldas de todos os tamanhos e BigFral G. 

Eu entrei, me impressionei e me comprometi sempre que possível ajudá-los não importando a forma. Dessa vez como o intiuto era o dia dos crianças, pedi a quem quisesse colaborar que separassem principalmente BRINQUEDOS E ROUPAS INFANTIS, ou qualquer coisa que queiram desapegar!!! 

As arrecadações peguei na Praça da Arvore, no Butantã e onde foi preciso...foi um quarto todo só para guardar as doações. Além disso, levamos sacolinha de doces, bolo, sanduíches e bebidas e muita disposição!!!

Pouca gente pode comparecer, embora o lugar também tenha espaço físico limitado,  mas quem foi teve um dia completamente gratificante...

Brincamos de casinha, de pega-pega, de bola...teve até dia de beleza com as meninas que fizeram as unhas e se maquiaram e com fila...kkk!!!

Foi diferente, foi cansativo, foi um choque ver tantas crianças lutando pela vida, foi realmente um motivo para chegar em casa, colocar os joelhos no chão e agradecer pela saúde e pela vida que tenho. 

Obrigada meu Deus, por não ter que passar por esta situação, obrigada por poder proporcionar uma dia de alegria na vidas destas crianças tão pequenas e tão sofridas!!!

Eu nunca manifestei minhas inclinações religiosas em nenhum dos meus posts, mas depois dessa experiencia, acho que não importa em que Deus confia e no que acredita, ou até mesmo se em nada acredita, mas tenho a certeza de que uma lição dessa você carrega para vida!!!

Então fica a dica a quem procura uma instituição séria, com gente do bem que necessita de carinho, atenção e assistência. Pra quem tem receio de ver crianças muito debilitadas lá na casa isso não acontece, as crianças lá presente estão lá para fase de triagem e tratamento inicial da doença, então não tem o clima de ambiente hospitalar. É fato, que você encontra crianças com deformações aparentes, digo algum tipo de procedimento visível como sonda, ou mesmo partes do corpo aumentada (geralmente barriga), ou pele ictérica, mas garanto que não é motivo para não ir até lá e fazer uma visitinha.

Segue um textinho do GRAACC, para maior informação sobre os principais tipos de cancer infantil...


O câncer infantil e Tipos e principais tratamentos: 

Conheça os tipos de câncer mais comuns em crianças e saiba mais sobre os tratamentos:

Leucemias (33%)
Tumores do sistema nervoso central (20%)
Linfomas (12%)
Neuroblastoma (8%)
Tumor de Wilms, dos rins (6%)
Tumores de partes moles (6%)
Tumores ósseos (5%)
Retinoblastoma, nos olhos (3%)
Linfoma de Hodgkin
Histiocitose
Tumores Germinativos

LEUCEMIA
É o câncer mais comum na infância. Leucemias têm origem na medula óssea, o tutano dos ossos, onde é normalmente produzido o sangue. Manifesta-se com dor nos ossos ou nas articulações, palidez, manchas roxas, sangramentos, febre, abatimento, etc. A leucemia é diagnosticada através do mielograma, exame do sangue de dentro do osso. Existem vários tipos de leucemia: Leucemia Linfoide Aguda (LLA), Leucemia Mieloide Aguda (LMA), Leucemia Mieloide Crônica (LMC) e Leucemia Linfoide Crônica (LLC - só em adultos). Além da medula óssea, as leucemias podem também acometer os testículos, endurecendo-os, e o líquor (líquido da espinha), provocando dores de cabeça e vômitos. As leucemias podem ter índices de cura de até 80% quando tratadas com quimioterapia. Em alguns casos, podem-se indicar também radioterapia e transplante de medula.

TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL
Os tumores do sistema nervoso central, cérebro e cerebelo são os tumores sólidos (que não leucemias e linfomas) mais frequentes em crianças. Os sintomas mais comuns são dor de cabeça e vômitos pela manhã, tontura e perda do equilíbrio. Qualquer criança com persistência desses sintomas deve ser examinada por um médico neurologista, além de realizar tomografia ou ressonância nuclear magnética do crânio. O diagnóstico do tipo exato de tumor é feito durante a cirurgia. Os tumores benignos são tratados apenas com cirurgia. Para os tumores malignos são, em geral, necessárias quimioterapia e radioterapia.

LINFOMA NÃO HODGKIN
Mais frequente no sexo masculino, ocorre principalmente entre os 4 e 8 anos de idade. Atinge qualquer parte do corpo, principalmente tórax e abdome. Quando o linfoma é na barriga, do tipo Brukit, pode causar parada de evacuações e dor na barriga. Como o tratamento é feito com quimioterapia, não deve ser realizada cirurgia para a retirada do intestino. Quando o linfoma é no tórax, pode causar tosse ou falta de ar. O diagnóstico dos linfomas depende de biópsia do tumor. Quando diagnosticado precocemente, os índices de cura são de 80%.

NEUROBLASTOMA
Ocorre geralmente em crianças com menos de 5 anos. Os locais mais comuns são abdome, tórax e pescoço, perto da coluna vertebral. Pode afetar o fígado, ossos e a medula óssea. Todos os tumores do abdome podem ser confundidos com verminose. Se a criança tem aumento da barriga que não melhora, deve-se procurar um médico para avaliação. Os tumores que crescem próximos da coluna vertebral podem causar fraqueza nas pernas, dor e perda do controle da eliminação de fezes e urina. Se o tratamento não for iniciado a tempo, a criança pode ficar com paralisia definitiva. Para diagnosticar o neuroblastoma é necessário, em geral, realizar uma biópsia do tumor, ou seja, retirar um pedaço pequeno através de cirurgia para que um médico patologista possa vê-lo no microscópio. Os neuroblastomas são tratados com cirurgia e quimioterapia. Em alguns casos, indica-se radioterapia e transplante de medula.

TUMOR DE WILMS
É um tumor frequente na infância, geralmente aparece antes dos 5 anos de idade. O tumor de Wilms nasce nos rins, manifestando-se como uma massa no abdome. A criança pode ainda apresentar sangue na urina, dores abdominais e pressão alta. O exame mais indicado para o diagnóstico é o ultrassom. O tratamento é cirurgia, em que se retira o rim comprometido, seguido, em geral, de quimioterapia e, em alguns casos, de radioterapia. A cura está estimada em torno de 90% dos casos.

SARCOMAS DE PARTES MOLES
São tumores que podem ocorrer em músculos, gordura e articulações. Afetam tanto crianças, quanto adolescentes e adultos. Existe um aumento progressivo, inchaço no local do tumor e, em geral, há dor e a pele pode ficar vermelha. Os sarcomas podem ocorrer na cabeça, no pescoço, na área genital, nos braços e nas pernas. Em adolescentes, pode localizar-se na região dos testículos, provocando aumento do escroto, sendo confundido com hérnias. O paciente não pode ter vergonha de contar seu problema ao médico! Para diagnosticar os sarcomas é muito importante que um médico experiente em câncer realize uma biópsia a fim de examinar o tumor no microscópio. O tratamento dos sarcomas é feito, em geral, com cirurgia e quimioterapia.

TUMORES ÓSSEOS
São mais frequentes em adolescentes. Quase sempre a criança conta que teve uma batida, que causou dor, mas a dor não vai embora. O local mais comum é logo acima ou logo abaixo do joelho. A pele pode ficar vermelha e quente e, quando o tumor cresce, é possível ver também um inchaço no local. Esses sintomas podem ser confundidos principalmente com infecções ou dores de crescimento. Para diagnosticá-lo, é importante fazer raio X do local doloroso, e um médico ortopedista, com bastante experiência em câncer, deve realizar uma biópsia com agulha, sem cortar a pele. Os tipos mais comuns de tumores ósseos malignos são osteossarcoma e Sarcoma de Ewing. O tratamento é feito com cirurgia e quimioterapia. O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura para até 70%.

RETINOBLASTOMA
Afeta os olhos e geralmente ocorre antes dos 4 anos de idade. A principal manifestação é um reflexo brilhante no olho doente, parecido com o brilho que apresentam os olhos de um gato quando iluminados à noite. As crianças podem ainda ficar estrábicas (vesgas), ter dor nos olhos ou perder a visão. Alguns retinoblastomas são hereditários. Se outras pessoas da família já tiveram o tumor, as crianças devem ser examinadas por um oftalmologista experiente desde a hora do nascimento para que o diagnóstico seja o mais precoce possível. Os retinoblastomas são diagnosticados por médicos experientes através do exame do fundo de olho, com a pupila bem dilatada. Em geral, não se deve realizar biópsias. Os tumores pequenos podem ser tratados com métodos especiais, que permitem que a criança continue a enxergar normalmente. Nos casos adiantados, o olho pode precisar ser retirado e a criança pode precisar de quimioterapia e/ou radioterapia.

DOENÇA DE HODGKIN
É um tumor que acomete gânglios e baço mais frequente em adolescentes. A maioria dos casos começa com adenomegalias, "ínguas" que vão crescendo no pescoço, nas axilas ou na região inguinal. A criança pode apresentar febre prolongada e perda de peso. O diagnóstico do Linfoma de Hodgkin é feito através de biópsia de um gânglio aumentado de tamanho. O tratamento é feito com quimioterapia e radioterapia. Atualmente, em cada 100 crianças tratadas adequadamente, 85 ficam completamente curadas.

HISTIOCITOSE
Apesar de não ser câncer, a histiocitose é uma doença tratada por oncologistas, pois muitas vezes as crianças precisam de quimioterapia para melhorar. Pode apresentar-se como uma dermatite seborreica de difícil tratamento, otite com pus nas orelhas que vai e volta, lesões na pele, fígado e baço aumentados, lesões nos ossos e anemia.

TUMORES GERMINATIVOS
São tumores do ovário ou testículos, raros na infância. Os tumores de ovário podem causar dores abdominais, geralmente crônicas, puberdade precoce (crescimento dos seios e aparecimento de pelos antes do tempo) e tumorações palpáveis. Os meninos com testículos que não desceram para a bolsa escrotal (criptorquidia)devem ser vigiados com ultrassom, pois a incidência de câncer é 20 a 40 vezes maior nesses casos. O sinal de alerta é o aumento da bolsa escrotal, confundido muitas vezes com hérnia. O diagnóstico é feito na cirurgia em que se retira o tumor. Nos meninos é importante ainda que a cirurgia seja realizada pela barriga e não abrindo o escroto. O tratamento é realizado com cirurgia e quimioterapia.



Que venha o Natal, porque eu sei onde vou levar o papai-noel...










quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Arranjos de mesa facinhos, facinhos!!!

Hoje vou mostrar duas ideias de arranjos de mesa super fáceis de fazer e adaptáveis a qualquer tema de festa, seguem a mesma linha com suporte, tags e um item da decoração.

Arranjo de mesa tem que ser uma coisa barata, porque em média se faz de algumas duzias deles.

Para o aniversário da Catarina de 2 anos eu reciclei latas de leite em pó, juntei umas 15 e deixei umas 3 de reserva para o caso de não conseguir retirar a cola da lateral da lata. A dica para retirar a cola é tirar o excesso com uma faquinha e depois passar removedor para tirar o restante da cola. Para segurar as varetas e dar volume do centro, usei argila e jornal. Ahhh....outra coisa, se lavar a lata a mesma enferruja, então se cobrir ela por dentro não se preocupe tanto, passe apenas um pano por dentro para tirar o restante de leite da lata. O gasto foi praticamente só nas fitas, papeis para tags de scrap e as galinhas pintadinhas de biscuit que encomendei da Biscuit na Festa. A festa era nas cores azul, vermelho e amarelo. Então para cada mesa era uma cor de fita, acabei apagando a foto que tirei com as latas juntas, mas acho que deu para ter uma idéia.

Arranjo de Mesa Galinha Pintadinha

Na verdade eu me inspirei na ideia de usar latas de leite após ter lido este blog http://vidamaterna.com/como-usar-as-latas-de-leite-como-vasinhos/, nele ela pinta a lata e usa mosquitinho como enchimento. E até pensei em usar mosquitinho, mas a brilhante ideia de usar palha foi do vô da Catarina que foi em casa e viu minha mesa cheia dela!!!kkk. Aí simplesmente falou pra mim... -"Ué, porque você não põe isso no lugar das flores....Olha que gostei!!! Uma, que não precisaria esperar até sexta para montar os arranjos e outra, nem sair para comprar palha porque já tinha tudo em casa. Bingo....

Para montar os tags ajuda muito ter cortadores em casa, a principio são caros na média de R$30 a 50 dependendo do modelo e tamanho, mas vale dizer que quanto mais você usa mais barato fica. E por isso uso eles em todos os lugares que posso...kkk. Facilita muito a vida. Nesse modelo usei os escalopes de 1,5 e 2 polegadas, e um redondo menorzinho.

Usando a mesma técnica, se é que isso é uma...kkk, fiz para uma amiga uns arranjos de centro de mesa com o tema da Branca de Neve!!! A idéia principal era fazer em uma cestinha de vime, o que também ficaria ótimo, mas a mãe da Lulu, decidiu pelos cachepôs de aluminio. Fala sério se a maça não deu um charme a mais no vasinho...e não ficaram de enfeite, minha filha comeu uma...kkk. Aqui a Cris, comprou espuma floral para prender as varetas, achei bem melhor de trabalhar do que com a argila, menos sujeira, facil de cortar e modificar o local da espetada da vareta, recomendo.

Arranjo de Mesa Branca de Neve

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Tô com saudades do meu blog...kkk

Faz tanto tempo que não escrevo que estou com saudades do meu blog. Tanta coisa aconteceu nesse tempo, e todas elas foram só motivos de festa, então para comemorar a volta dos posts decidi falar sobre festinha...aeeeeee!!!!

Eu tenho um lado de organizadora de eventos dentro de mim...kkk. Gosto muito de artesanato, mas principalmente de coisas com papéis. Sou curiosa, nada de profissional, não tenho todas as ferramentas, apenas meia duzia de cortadores e muitas ideias.

Este ano tive que organizar duas festinhas especiais, a primeira para minha primeira sobrinha do lado de cá, digo minha irma. Lorena está chegando, na verdade hoje ela tem exatos 24 dias...own quanta fofura!!!

Minha irmã fez o chá de bebê da Lolo em época de festa junina, tema muito bom para comemorar, afinal as comidas são uma delicinha, fáceis de fazer e todo mundo gosta.

A primeira coisa foi escolher uma palheta de cores, minha irmã tem um gosto muito clean, então as vezes a praticidade também dificulta, por que é dificil agradar!!!kkk. Confissões a parte, escolhemos cores vivas, como o vermelho, rosa claro, rosa escuro, amarelo e laranja.

Olha a fotinho de como ficou....

Arraiá da Lolo

Fizemos o tradicional bolo de fraldas, que não tem segredo, é só enrolar as fraldinhas descartáveis e montar. Tem gente que coloca vários itens de bebe junto, sabonete, colonia, bichinhos, etc...Aqui escolhemos apenas colocar as mesmas fitas da decoração, um sapatinho da Lolo e um chapeuzinho mini.

A faixinha com o nome é de color set (tipo de papel), as letras eu peguei um papel escolhi a fonte e copiei na tela mesmo do computador o molde, recorte, colei e coloquei detalhes de flores com strass, pronto!!!

As arvores engraçadas, são na verdade topiários de papel, o passo a passo você encontra aqui http://casacomamor.com/2012/06/27/topiario-de-papel-o-molde/ , o caule das árvores maiores fiz com galhos de verdade, para as menores fiz com palito de bambu (hashi). O detalhe bacana foi usar vasinhos de barro e fazer o acabamento com pipoca. Alem da mesa principal os vasinhos menores eram os arranjos das mesas.

Outro detalhe da decoração foram as paçoquinhas nos chapeuzinhos de palha, que deu um charme especial. Para os docinhos, nenhum segredo apenas forminhas diferentes para cada tipo de doce nas cores da festa.

As bandejas são vendidas como mini caixotes, estes nós compramos numa rua famosa de São Paulo, ahhh e que não é a 25...kkk. Fica lá na Sé, coladinho no metro, a rua Silveira Martins, essa rua tem tudooooo de coisas de essências, frascos, sabonete. Mais tarde outra dica boa hein....opção de lembrancinhas!!! Devem custar em torno de R$4,00 cada. Na foto elas estão com palha em baixo (que também se compra lá e um pacote custa R$1,00) e papel de seda em cima, depois acomodamos os doces de abobora, pés de moleque e cocada.

Panelinhas ficaram um charme com canjica dentro, não precisa de muita quantidade, eu diria no máximo 12 unidades. Comprei num site http://www.gigabrindes.com.br/loja/ que entrega tudo certinho, por sinal, me entregaram as panelinhas de cor errada, mas tudo resolvido sem muita delonga. Existem no mercado as de plástico e as de aluminio, comprei as de plástico que são em torno 50% mais baratas.

Espero que tenham gostado da sugestão de decoração de chá de bebê menina junino, mas dá para aproveitar a ideia e fazer para menino nas cores azul, verde, roxo...ou mesmo na festa junina do ano que vem com todas as cores.

Como sugestão de comida dou além dos clássicos doces juninos, bolo de fuba (olha lá ele cortadinho no fundo com bandeirolas em cima), caldo (de todos os tipos, fez muuuito sucesso!!!). Para a festinha fizemos de mandioca com carne seca e caldo verde e servimos em copinhos de isopor. Pipoca, cachorro quente, carne louca...hummmm. Já deu água na boca, né!!! Sem esquecer também do vinho quente e do quentão. A gente teve a idéia de colocar em suqueiras, mas cuidado com a temperatura que coloca nelas, porque a nosso trincou....quenteeeeee!!!

Beijão...